domingo, 2 de setembro de 2012

ELEMENTOS DE COESÃO E COERÊNCIA


Um texto é um conjunto harmônico de elementos, associados entre si por processos de coordenação ou subordinação. No meio de toda essa harmonia, estão os conectores, que devem fazer, corretamente, a junção entre as orações dos períodos de um parágrafo. Estes conectores são chamados de elementos de coesão, responsáveis por tornar o texto (conjunto de parágrafos) inteligível. Se a ligação entre as partes deste texto não for bem-feita, o sentido lógico será prejudicado. Observem a frase a seguir: 

Joana estudou muito, mas passou.

Este período composto pelas orações: Joana estudou muito e Joana passou, não está coerente, pois o conectivo encontrado entre elas dá ideia de oposição, contrariedade, mas não foi isso que ocorreu. Para que haja coerência aqui, deveria se usar um conectivo com ideia de consequência, por exemplo: 

Joana estudou tanto que passou.

Como as partes do texto não estavam devidamente ligadas, diz-se que faltou coesão textual. Consequentemente, o trecho ficou sem coerência, ou seja, sem sentido lógico.

CONECTORES

Toda palavra ou expressão que se refere a coisas passadas no texto, ou mesmo as que ainda virão, são elementos conectores. Os termos a que eles se referem podem ser chamdos de referentes. Muita atenção, pois, com os conectores. Eis os mais importantes:

1) Pronomes pessoais retos ou oblíquos
Meu filho está na escola. Ele tem uma prova hoje.
Ele = meu filho (referente)
Carlos trouxe o memorando e o entregou ao chefe.
o = memorando (referente)

2) Pronomes possessivos
Pedro, chegou a sua maior oportunidade.
sua = Pedro (de Pedro)

3) Pronomes demonstrativos
a) O filho está demorando, e isso preocupa a mãe.
isso = O filho está demorando
b) Isto preocupa a mãe: o filho está demorando.
Isto = o filho está demorando

Parecidos, não é mesmo? A diferença é que isso (esse, esses, essa, essas) é usado para fazer referência ao que já foi dito no texto (ANÁFORA). Isto (este, estes, esta, estas) refere-se ao que ainda será dito no texto (CATÁFORA).

ANÁFORA = Elemento que se refere ao que já foi dito
CATÁFORA = Elemento que se refere ao que ainda será dito

c) O homem e a mulher estavam sorrindo. Aquele porque foi promovido; esta por ter recebido um presente.
Aquele = homem
esta = mulher

A palavra aquele refere-se ao termo mais afastado (homem), enquanto esta, ao mais próximo (mulher).

4) Pronomes indefinidos
Naquela época, os homens, as mulheres, as crianças, todos acreditavam na vitória.
todos = homens, mulheres, crianças

5) Pronomes relativos
Havia ali pessoas que me ajudavam
que = pessoas

6) Pronomes interrogativos
Quem será responsabilizado? O rapaz do almoxarifado por não ter conferido os materiais.
Quem = rapaz do almoxarifado

7) Substantivos
José e Helena chegaram de férias. Crianças ainda, não entendem o que aconteceu com o professor.
Crianças = José e Helena

8) Advérbios
A faculdade ensinou-o a viver. se tornou um homem.
Lá = faculdade

9) Preposições
As preposições não possuem referentes no texto. Simplesmente estabelecem vínculos.
Preciso de ajuda
Morreu de frio

Nas duas frases, a preposição liga um verbo a um substantivo. Na primeira, em que introduz um objeto indireto, ela é destituída de significado. Diz-se que tem apenas valor relacional. Na segunda, em que introduz um adjunto adverbial, ela possui valor semântico ou nocional, uma vez que a expressão que ela inicia tem um valor de causa.

10) Conjunções e locuções conjuntivas
É sumamente importante para a interpretação e a compreensão de textos o conhecimento das conjunções e locuções correspondentes. Acessem o artigo sobre conjunção em http://portuguesnaveia.blogspot.com.br/2012/12/conjuncao.html.

Nenhum comentário: