sábado, 15 de outubro de 2011

PREPOSIÇÃO

Palavra invariável que relaciona dois termos em uma frase, onde o sentido do primeiro (antecedente) é explicado ou completado pelo segundo (consequente). Entre eles pode haver relação de assunto, causa, companhia, especialidade, direção, finalidade, falta, instrumentos, lugar, meio, posse, modo, oposição, matéria, origem, tempo.


Vamos a alguns exemplos:
Viajei com Pedro (companhia)
Começaram a surgir argumentos contra eles (oposição)
Morreu de fome (causa)
O carro de Ana Lúcia consome muito combustível (posse)
Trabalha para viver (finalidade)
Conversavam alegremente sobre os acontecimentos do dia (assunto)
Eu me formei em Processamento de Dados (especialidade)
O sol subia no céu azul sem nuvens (falta)
Olhe para frente (direção)
Feriu-se com uma faca (instrumento)
Os Garcias entraram em casa calados (lugar)
Viajei de avião (meio)
Trabalhemos com alegria (modo)
Era uma casa de tijolos (matéria)
Descendia de família ilustre (origem)
Viajei durante as férias (tempo)


FORMA DAS PREPOSIÇÕES
Quanto à forma, as preposições podem ser:
a) SIMPLES, quando expressas por um só vocábulo.
As preposições SIMPLES podem ser essenciais ou acidentais.
Essenciais
a, ante, até, após, com, contra, de, desde, em, entre, para perante, por, sem, sob, sobre, trás
Acidentais
conforme = de acordo com
consoante, segundo, durante, mediante, visto = devido a, por cause de
como
b) COMPOSTAS (ou locuções prepositivas), quando constituidas de dois ou mis vocábulos, sendo o último deles uma preposição simples (geralmente de).
São LOCUÇÕES PREPOSITIVAS:
abaixo de
acerca de
acima de
a despeito de
adiante de
a fim de
além de
antes de
ao lado de
ao redor de
a par de
ao encontro de
apesar de
a respeito de
atrás de
através de
de acordo com
debaixo de
de cima de
defronte de
dentro de
depois de
diante de
de encontro a
embaixo de
em cima de
em frente a
em frente de
em lugar de
em redor de
em torno de
em vez de
em virtude de
graças a
junto a
junto de
em atenção a
para baixo de
para cima de
para com
perto de
por baixo de
por causa de
por cima de
por detrás de
por diante de
por entre
por trás de


COMBINAÇÕES E CONTRAÇÕES
As preposições a, de, em e per (por) unem-se com outras palavras, formando um só vocábulo. Há combinações quando a preposição se une sem perda de fonema; se a preposição sofre queda de fonema, haverá contração.
* A preposição a combina-se com os artigos e pronomes demonstrativos o, os e com o advérbio onde, dando: ao, aos, aonde.
* As preposições a, de, em, per contraem-se com os artigos e, algumas delas, com certos pronomes e advérbios. Eis alguns exemplos:
a + a = à
a + as = às
a + aquele = àquele
a + aquela = àquela
a + aquilo = àquilo
de + o = do
de + ele = dele
de + este = deste
de + isto = disto
de + aqui = daqui
em + esse = nesse
em + o = no
em + um = num
em + aquele = naquele
per + o = pelo

Obs1: Na fala popular, registram-se ainda as seguintes contrações: coa (com + a), coas (com + as), pro (para + o), pros (para + os), pra (para + a), pras (para + as) e dentre (de + entre).

Obs2: A contração não é permitida quando o substantivo depois da preposição é sujeito de oração.
Eu estava perto dos meninos. (meninos não é sujeito de oração)
Perto de os meninos saírem da sala, cheguei ao colégio. (meninos é sujeito de oração)

Questões que tratam deste assunto:

Questão 38 da prova da AOCP - PREF. CAMAÇARI - BA (NÍVEL SUPERIOR - 2010)

Você também pode se interessar pelos artigos.